Search

“Cidade inteligente” ainda indefinida pela Foxconn

A dona da bola no momento a tão especulada Foxconn, empresa terceirizada da Apple que produz parte dos componentes dos tablets e dos iPhones da empresa, anunciou investimento de cerca de R$ 19,1 bilhões no Brasil para a construção de uma grande fábrica. Porém, a corporação taiwanesa ainda não decidiu onde vai construir sua “cidade inteligente”, segundo nosso tão aclamado e querido ministro de Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante.

Segundo as conversinhas do Sr. Mercadante eles já estão há nove anos nos Brasil e têm 6.000 trabalhadores no país. O que eles disseram é que a planta para fazer um tipo de tablet, esse iPad, e o iPhone, será uma planta na cidade de Jundiaí, onde já estão instalados. Mas o grande investimento, a cidade inteligente, não está definido nem o Estado e muito menos o município.De acordo com o Sr. Aloizio, existe uma série de exigências da empresa para a instalação da unidade no Brasil, que vai ocupar uma área semelhante a cinco estádios do Morumbi. Segundo o ilustríssimo, a ampliação dessa unidade que já existe em Jundiaí é o primeiro passo para a ampliação da indústria de alta tecnologia no país.

A ampliação da unidade de Jundiaí e a chegada de uma mega-fábrica de componentes eletrônicos ao país é fruto na visita da presidente ou presidenta Dilma Rousseff à China no início do ano. Viu como funciona viajar pelo mundo afora?

Reza a lenda que a nova planta da Foxconn será capaz de criar 100 mil novas vagas de trabalho no país. Só nos resta saber se vão ser robôs ou humanos mesmo. Se for humanos que sejão brasileiros!



Denise

Designer - tem paixão pela Apple e seus produtos desde quando adquiriu seu primeiro primeiro iPhone em agosto de 2007 e logo depois um iMac em dezembro de 2008. Possui hoje um MacBook Pro unibody de 13'3 polegadas, um iPhone 4 16 gb nacional, um iPad 16 gb.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *