Search
Ivy_Bridge_cpu

Ivy Bridge – A nova geração dos processadores Intel

Ainda nem completou um ano do lançamento da segunda geração dos processadores Intel Core, e já estamos com novidade no mecado. Estes processadores foram responsáveis por um grande feito na tecnologia dos computadores. Estudos mostram que, em algumas atividades a melhora na performance ficou estimado em 800%. Incrível. Sem contar algumas outras grandes mudanças: Ótimas experiências visuais proporcionadas com apenas 32 nanômetros, redução do consumo de energia, computadores mais leves e finos.

 Com todas essas características fantásticas, a tendência é pensarmos: “não tem mais o que fazer”. E eu digo à vocês caros leitores: “ledo engano”.

 Em um evento aqui em São Paulo, foi apresentado o que virá por ai. A Intel não trará processadores melhorados, mas sim, máquinas que prometem revolucionar. Logo, o que se espera de uma nova geração de processadores? Velocidade, claro. Pois bem, com apenas 22 nanômetros de tamanho, não precisaremos esperar mais o windows carregar as configurações. Na apresentação, o computador ficou disponível para uso em apenas 3 segundos após ligá-lo. Outra novidade interessante é que seus e-mails e redes sociais poderão ser atualizados automaticamente mesmo que o computador esteja desligado. A proposta da Intel é criar uma nova categoria de computadores com essas dúzias de nanômetros: os ULTRABOOKS.


Indo ao que interessa, essas máquinas chegarão ao mercado no início do ano que vem.

 Mediante tanta tecnologia tento imaginar onde será o limite, ou melhor, será que há limite? Questões a parte, a proposta do Ivy Bridge é incrível. Estava pensando seriamente em trocar o meu desktop por um notebook, mas claro, vou aguardar.

 Outro aspecto importante a ser mencionado é: com todas essas promessas, quanto custará ao bolso do brasileiro para ter um desses?

Fonte: Olhar Digital



Leonardo

Tenho 21 anos, sou formado em Marketing, Administração e apaixonado por caligrafia. Acompanho diariamente o mercado de Tecnologia, Financeiro, Negócios e sou fã da Apple. Leciono Teologia e pratico o uso da filosofia e antropologia


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *